• Lançada a Programação Oficial do 4° Congresso Jovem na Kairós

    Confira

  • Em São Paulo o lixo toma conta de cidades e a Kairós precisa do Lixo para salvar vidas

    Confira a Matéria

  • Vaticano prepara congresso mundial de movimentos e novas comunidades

    Confira a Matéria

25 de julho de 2014

Meriam foi recebida pelo Papa Francisco



O Papa agradeceu por seu “testemunho de fé” e a sua firmeza

 

 Terminado o pesadelo da jovem cristã sudanesa de 26 anos condenada à morte por apostasia, no oitavo mês de gravidez. A mulher, o marido e os dois filhos, chegaram esta manhã a Roma

Na mesma manhã, Meriam acompanhada pelo marido e os filhos, foi recebida pelo Papa Francisco na casa Santa Marta. Durante o encontro, que durou aproximadamente 30 minutos, o Papa a recebeu em um clima de grande serenidade e a agradeceu pelo seu “testemunho de ” e sua firmeza, segundo disse o porta-voz doVaticano, Padre Federico Lombardi.

Após ser condenada à morte, a jovem foi presa e colocada em uma cela pequena com seu filho e grávida de uma menina. A sentença suscitou horror e a mobilização do mundo inteiro, desencadeando muitas iniciativas internacionais pela libertação de Meriam

No primeiro julgamento, no qual saiu a condenação à morte, o juiz a chamou pelo nome árabe Adraf Al-Hadi Mohammed Abdullah, e pediu que ela se convertesse novamente ao islamismo. “Eu sou cristã e não cometi apostasia”, foi a réplica dela que a levou à condenação. Apenas poucas semanas depois que estava na cela, deu à luz uma menina: “Deu à luz na cadeia”, explicou o marido, que é cidadão americano, mostrando-se preocupado com as possíveis consequências de saúde da criança.

No dia 23 de junho o tribunal sudanês decidiu libertar a mulher. Mas no dia seguinte ela foi presa novamente, junto com seu marido, enquanto estavam no aeroporto. Libertada pela segunda vez para seguir com sua família, refugiou-se na embaixada americana em Cartum, onde recebeu o passaporte que lhe permitiu deixar o país tendo como primeira parada a Itália, onde permanecerá por alguns dias antes de seguir para Nova Iorque.
 

Fonte : Radio Vaticano | Aleteia.com

24 de julho de 2014

Lançada a Programação Oficial do 4° Congresso Jovem na Kairós , Confira



Programação Oficial do 4º Congresso Jovem

Sexta-feira:
15h20min Animação e Acolhida;
16h00min Santa Missa de Abertura com Padre Fernando Lima (Santa Cruz do Capibaribe);
18h30min Jantar;
20h00min Circo (Participação do Ministério de Artes Kairós);
21h30min Subida do Monte;

Sábado:
08h00min Ofício e Momento Mariano com Silvana Macedo;
08h30min Animação;
09h00min Pregação com Diogo Rogério;
Tema: Jovens, eu vos escrevo, porque venceste o Maligno! (I Carta de São João 2, 13);
10h00min Intervalo;
10h15min Circo;
11h00min Santa Missa com Padre Ednaldo Gomes (Barra de Sant’Ana);
12h30min Intervalo/Almoço;
14h00min Animação;
15h00min Pregação com Paulo Luís;
Tema: O Senhor viu a mulher chorando, se aproximou do caixão, tocou e disse; “Jovem levanta-te” (Lc 7,17-11);
16h00min Intervalo;
16h30min Pregação Jorge Gomes;
Tema: No mundo tereis aflições, mas, coragem, Eu venci o mundo! (João 16, 33);
17h40min Intervalo/Jantar;
19h10min Circo (participação do Ministério de Artes Kairós)
08h00min Show com a Banda Kairós;
09h00min Show com Dunga (Comunidade Canção Nova)

Domingo
07h30min Ofício e Momento Mariano com Eliza;
08h00min Animação;
08h30min Pregação com Ana Kairós;
Tema: Filho, filha, eis aí tua Mãe! (João 19, 25) Nossa Senhora, um socorro para os jovens!
09h30min Intervalo;
10h20min Animação;
10h20min Pregação com Jorge Gomes;
Tema: “Feliz o homem que suporta a tentação!” (Tiago 1, 12)
11h20m Intervalo;
12h00min Santa Missa com Padre Sandro Sebastião (Pão de Açúcar);
13h30min Intervalo;
14h00min Circo;
15h00min Pregação com Jorge Gomes;
Tema: “Jovens, tenham a coragem de ir contra a corrente” (Papa Francisco)
16h00min Intervalo;
16h30min Adoração;
17h00min Encerramento;
OBS: Durante o dia de Sábado teremos Confissões e durante a manhã de Domingo teremos atendimento vocacional; 


Em São Paulo o lixo toma conta de cidades e a Kairós precisa do Lixo para salvar vidas



Uma matéria publicada por vários jornais mostrou ontem a poluição no rio Tietê no Estado de São Paulo.


De acordo com os dados apareceram no fundo do ria milhares , ou talvez , milhões de garrafas Pet e todo tipo de lixo , as equipes de limpeza tiveram que usar o rapel para limpar as áreas de muita sujeira.

Nós da Comunidade Kairós pede a você de casa que junte seu lixo , não desperdice  e não jogue ele no meio ambiente para não causar danos a outros meios , ajude a Comunidade Kairós a salvar vidas como a de seu Severino , um homem que foi abandonado pela família e foi encontrado no lixão e resgatado pela Comunidade Kairós e hoje cuidamos dele com a sua ajuda.

É através de seu lixo juntado que agente consegue cuidar e salvar vidas como a de seu Severino !!





MATÉRIA COMPLETA :


                        

O diabo e o papa Francisco



O Santo Padre e as suas constantes e explícitas referências à batalha entre o bem e o mal

 

“Deliver Us From Evil” [Livrai-nos do Mal] é o nome de um filme que acaba de ser lançado e cuja trama se baseia nas experiências do policial nova-iorquino Ralph Sarchie. Ao investigar uma série de crimes terríveis, o protagonista se vê envolto nos domínios sombrios do demoníaco e decide se aliar a um padre nada convencional para tentar derrotar o diabo.
 
Alguns críticos classificariam esta produção como mais um típico filme de terror e de exorcismo, bocejariam em gesto de desdém e mudariam de canal.
 
Mas eles não deveriam fazer isso.
 
A possessão demoníaca não é apenas real, mas, à medida que a prática do cristianismo vai minguando e o fascínio com o ocultismo vai crescendo e se expandindo, a necessidade do exorcismo se torna cada vez mais premente.
 
Na semana passada, a Congregação vaticana para o Clero aprovou os estatutos de uma nova organização católica, a Associação Internacional de Exorcistas. Fundada pelo famoso exorcista italiano pe. Gabriele Amorth, a Associação dos Exorcistas promove a conscientização sobre este grave problema espiritual, treina os exorcistas e realiza conferências que reúnem teólogos, médicos, psiquiatras e membros do clero.
 
O pe. Francesco Bamonte, exorcista da diocese de Roma, disse em entrevista ao jornal L’Osservatore Romano que a aprovação desta nova organização por parte da Santa Sé "é um motivo de alegria". E explicou: "Deus chama alguns padres ao ministério precioso do exorcismo e da libertação, dando a eles a tarefa de acompanhar" as pessoas que precisam de atenção espiritual e pastoral específica. O ministério do exorcismo é um exercício do ministério de Cristo focado na libertação, além de ser um sinal da sua vitória sobre o mal no mundo.
 
Que esta nova organização precisasse da aprovação dos mais altos níveis hierárquicos do Vaticano é um sinal claro da seriedade com que a Igreja católica trata a realidade das forças demoníacas.
 
O ministério do exorcismo é frequentemente associado com os "conservadores" da Igreja, ao passo que os "progressistas" preferem minimizar a questão da possessão demoníaca e reduzi-la a nada mais do que epilepsia ou doença mental, por exemplo. O fato de o papa Francisco levar tão a sério o problema mostra que a realidade do mal demoníaco não pode ser limitada por rótulos.
 
O jornal norte-americano The Washington Post observou, em matéria recente, que o papa Francisco fala literal e abertamente sobre o diabo com mais regularidade que qualquer outro papa desde Paulo VI. Em público, Francisco já impôs as mãos e orou por um homem a respeito de quem foi divulgada a possibilidade de que estivesse possuído por demônios, embora, naturalmente, o Vaticano não tenha confirmado que fosse este o motivo da oração do papa. Francisco alerta contra o diabo regularmente nas suas homilias e discursos. Francisco abençoou uma nova imagem do arcanjo São Miguel nos jardins do Vaticano, orando especialmente pela sua proteção na batalha contra Satanás.
 
Durante uma homilia no último mês de abril, o papa Francisco citou seus próprios críticos, dizendo: "Mas, padre, como o senhor é antiquado por continuar falando sobre o diabo em pleno século XXI!". O papa lembrou então aos ouvintes que eles não devem se deixar enganar pelas mentiras de Satanás. "Fiquem atentos, porque o diabo está presente", alertou.
 
Francisco é muitas vezes saudado como um “papa das surpresas” e a sua crença aberta e explícita em um diabo concreto pode ser uma das suas características mais surpreendentes. Em determinados círculos modernos da Igreja, está mais em voga falar do "mal" do que de um demônio concreto. O papa Bento XVI, que foi considerado um grande conservador, tendia a se referir ao mal em termos gerais, enquanto o papa Francisco não tem qualquer embaraço em mencionar de maneira bem clara o pai da mentira, Satanás. Um entrevistado anônimo no Vaticano, citado pelo Washington Post, relata: "O papa Francisco nunca deixa de falar sobre o diabo. É constante. Se o papa Bento tivesse feito isso, a mídia o teria espancado".


Fonte : Aleteia.com

Vaticano prepara congresso mundial de movimentos e novas comunidades


Mais de 50 fundadores e responsáveis gerais de diferentes comunidades em todo o mundo já se inscreveram para o congresso

À luz da exortação apostólica do Papa Francisco, “Evangelli Gaudium”, o Pontifício Conselho para os Leigos realizará, de 20 a 22 de novembro, o 3º Congresso Mundial dos Movimentos Eclesiais e das Novas Comunidades, com o tema “A alegria do Evangelho, uma alegria missionária”.
O evento ocorrerá no Colégio Internacional María Mater Ecclesiae de Roma, Itália, e contará com participação dos delegados das associações internacionais aprovadas e as que se encontram em constante diálogo com o dicastério.
Também estarão presentes no Congresso bispos de diversas dioceses e de organismos da cúria romana. Já se inscreveram no evento mais de 50 fundadores e responsáveis gerais de diferentes comunidades em todo o mundo.
O Congresso buscará tornar mais evidente a adesão dos movimentos eclesiais e novas comunidades ao convite insistente do Papa Francisco de entrar na “dinâmica da saída missionária”.
Para o secretário geral do Pontifício Conselho para os Leigos, Dom Josep Clemens, o congresso “quer ser uma resposta clara e decidida dos movimentos eclesiais e das novas comunidades sobre a contribuição para um despertar missionário em toda a Igreja”.
As edições de 1998 e 2006 coincidiram cronologicamente com os pontificados de João Paulo II e Bento XVI, e refletiram temas urgentes e emergentes dentro da identidade e missão das associações de fiéis na Igreja e no mundo.
Informações: http://www.laici.va
Canção Nova Notícias

Dois seminaristas cristãos iraquianos são forçados a abandonar os estudos


Eles faziam um curso que prepararia o clero iraquiano para dar atendimento pastoral aos cristãos traumatizados pela guerra e pela perseguição

 

Em meio a números espantosos, como o dos 5.500 civis assassinados só nos primeiros seis meses de 2014, e notícias estarrecedoras como a da expulsão em massa dos cristãos de Mossul, o nível de sofrimento dos cristãos iraquianos é quase inimaginável.
 
O arcebispo Warda, de Erbil, no Iraque, declarou recentemente que “há milhares de exemplos do sofrimento dilacerante dos cristãosiraquianos; milhares de exemplos dessa dor sem sentido e assassina. A dor e a tristeza em nossas comunidades são palpáveis. Desde 2003, não há mais nenhuma pessoa que não tenha sido atingida pela tragédia”.
 
Inúmeros cristãos iraquianos perderam familiares e amigos e estão traumatizados pelos anos de guerra e de instabilidade. Mesmo antes da invasão do EI (Estado Islâmico), eles já eram ameaçados persistentemente pela existência de artefatos explosivos ainda não detonados e pela opressão praticada por uma parte dos vizinhos muçulmanos.
 
Ajudar essas pessoas a se recuperar emocionalmente de mais de uma década de terror e de perdas é um desafio monumental. Viver em condições desse tipo desencadeia incontáveis outros problemas emocionais e psicológicos, como a profunda apatia entre os jovens sem esperança no futuro, o escapismo via drogas e vício em pornografia e a violência contra membros da própria família.
 
Estas necessidades não satisfeitas foram identificadas pela Fundação SALT, uma ONG sediada na Holanda e focada em ajudar os cristãos de toda a Mesopotâmia. A fundação tem conseguido oferecer aos cristãos iraquianos ajuda humanitária, projetos de desenvolvimento socioeconômico, programas de capacitação profissional e até mesmo o pagamento de cirurgias, entre outros esforços.
 
Para proporcionar aos cristãos iraquianos um cuidado pastoral que abranja a vastidão de problemas descrita acima, a SALT também fechou parceria com o Instituto norte-americano de Ciências Psicológicas (IPS, na sigla em inglês), que ministra cursos de pós-graduação em psicologia.
 
O IPS oferece programas de certificação on-line, além de pós-graduação clínica e não clínica. Desde janeiro deste ano, o IPS estendeu a parceria ao Seminário de São Pedro em Ainkawa, no Iraque, com o objetivo de formar um grupo de padres e seminaristas e ajudá-los a atender com mais recursos o próprio rebanho de fiéis.
 
A parceria oferece aulas com certificação em diversas áreas temáticas, além de treinamento e orientação psicológica. Os estudantes – um padre e três seminaristas até agora – já completaram o primeiro curso, "Ajudando os jovens a construir o caráter".
 
Os alunos também estavam aprendendo a aplicar os seus novos conhecimentos às circunstâncias pastorais do Iraque. Eles consideram que a formação psicológica sólida é necessária em todas as áreas, não apenas para as vítimas de perseguição e para as pessoas traumatizadas diretamente. A equipe mantinha a esperança de que esta parceria desse frutos para o ministério dos sacerdotes e dos seminaristas e para a vida dos fiéis.
 
Infelizmente, porém, o segundo de três cursos, "Vício em pornografia e recuperação de dependentes", enfrentou desafios monumentais devido à invasão do Iraque pelo Estado Islâmico (EI) e à expulsão dos cristãos iraquianos, sob ameaça de morte, de todas as áreas ocupadas pelos extremistas do Estado Islâmico do Iraque e do Levante.
 
Dois alunos estão impossibilitados de prosseguir o curso porque não têm mais acesso à internet e porque a sua segurança pessoal está em grave risco. De acordo com o IPS, “eles pediram apenas as nossas orações”.
 
Justamente nestas circunstâncias, em que a necessidade deste trabalho é gigantesca, a finalização dos cursos é incerta. Com o risco de escalada da violência e com a perseguição no Iraque em pleno andamento, esses homens dedicados terão, na melhor das hipóteses, que prosseguir os seus estudos um dia de cada vez, do jeito que puderem, até que os cristãos voltem a ser livres na terra em que os seus antepassados viveram desde os tempos apostólicos, há quase 2.000 anos.


Fonte : Aleteia.com

Francisco envia mensagem pelo Dia da Vida


O pontífice convida, especialmente aos jovens, a combaterem a “cultura da morte”

O Papa Francisco enviou uma mensagem ao católicos ingleses, irlandeses, escoceses e galeses, por ocasião do Dia da Vida, celebrado no próximo domingo, 27.
O pontífice pediu aos fiéis, em especial aos jovens, que combatam a “cultura da morte” e protejam aqueles que “sofrem as novas formas de pobreza e vulnerabilidade”.
O Papa encorajou os fiéis a trabalharem para garantir a proteção jurídica adequada do direito humano fundamental à vida.
Francisco pediu também, que os católicos façam resplandecer o amor misericordioso de Cristo como um bálsamo de vida junto àqueles que sofrem ameaças contra a vida na  sociedade contemporânea.
A Jornada do próximo domingo tem como tema “Proteja e ame a vida”, com a hashtag #Vivaavida. O evento contará com várias iniciativas, como marchas e vigílias, nos países participantes.
 Fonte : Canção Nova Notícias

22 de julho de 2014

Papa Francisco: sinal de contradição



Resposta a uma avalanche de ataques ao Santo Padre

 

Para certos setores da Igreja, o Papa Francisco se tornou um sinal de contradição, especialmente por seu modo de agir em diferentes momentos. Olham-se com reprovação muitas de suas atitudes.

Viu-se com maus olhos que na Quinta-feira Santa, em 2013, no início do seu pontificado, ele tenha celebrado a Missa fora dos muros vaticanos, na prisão de menores, em Roma, lavando os pés de não-católicos e, especialmente, de mulheres. Chegou-se a afirmar que ele tinha traído a Tradição, da qual é a principal garantia. O Papa foi questionado por não viver no Palácio Apostólico, residência habitual dos papas, tendo optado por viver na Casa Santa Marta.

Francisco foi também questionado por sua busca de diálogo com o judaísmo e o Islã. Critica-se sua proximidade dos evangélicos desde quando era arcebispo de Buenos Aires e também agora, como sucessor de Pedro.

Entristece-me profundamente que muitos ataques e incompreensões venham de católicos compromentidos. Alguns se expressaram de boa fé, confusos; mas outros o fizeram com rancor, acusando o Papa de incorrer em heresia e, inclusive, apostasia.

Experiência de São Pedro, o primeiro Papa

Tudo isso me recorda algo narrado por São Lucas no Novo Testamento. Refiro-me ao que aconteceu quando Pedro, o primeiro Papa, admitiu na comunhão eclesial o centurião romano Cornélio (At, capítulos 10 e 11), administrando o sacramento do Batismo a ele e toda sua família.

Peço a Deus que nos ajude a ter a mesma abertura dos crentes de origem judaica que questionaram Pedro, mas depois se tranquilizaram e louvaram a Deus quando o apóstolo lhes contou os pormenores. Eles compreenderam que também os pagãos tinha recebido a Palavra de Deus.

“E, quando Pedro subiu a Jerusalém, os fiéis que eram da circuncisão repreenderam-no: Por que entraste em casa de incircuncisos e comeste com eles? Mas Pedro fez-lhes uma exposição de tudo o que acontecera, dizendo: Eu estava orando na cidade de Jope e, arrebatado em espírito, tive uma visão: uma coisa, à maneira duma grande toalha, presa pelas quatro pontas, descia do céu até perto de mim. Olhei-a atentamente e distingui claramente quadrúpedes terrestres, feras, répteis e aves do céu. Ouvi também uma voz que me dizia: Levanta-te, Pedro! Mata e come. Eu, porém, disse: De nenhum modo, Senhor, pois nunca entrou em minha boca coisa profana ou impura. Outra vez falou a voz do céu: O que Deus purificou não chames tu de impuro. Isto aconteceu três vezes e tudo tornou a ser levado ao céu. Nisso chegaram três homens à casa onde eu estava, enviados a mim de Cesaréia. O Espírito me disse que fosse com eles sem hesitar. Foram comigo também os seis irmãos aqui presentes e entramos na casa de Cornélio. Este nos referiu então como em casa tinha visto um anjo diante de si, que lhe dissera: Envia alguém a Jope e chama Simão, que tem por sobrenome Pedro. Ele te dirá as palavras pelas quais serás salvo tu e toda a tua casa. Apenas comecei a falar, quando desceu o Espírito Santo sobre eles, como no princípio descera também sobre nós. Lembrei-me então das palavras do Senhor, quando disse: João batizou em água, mas vós sereis batizados no Espírito Santo." "Depois de terem ouvido essas palavras, eles se calaram e deram glória a Deus, dizendo: Portanto, também aos pagãos concedeu Deus o arrependimento que conduz à vida!” (At 11, 1-18).  

Princípio e fundamento perpétuo e visível de unidade

Neste contexto, é importante recordar o papel que o Papa tem enquanto sucessor de Pedro, Bispo de Roma e Vigário de Cristo. Igual a Pedro, o Papa tem a tarefa recebida de Cristo de guiar a Igreja (Mt 16, 18-19; Lc 22, 31-32; Jn 21, 15-17).


Fonte : Aleteia.com

Terceiro segredo de Fátima está disponível online



A iniciativa faz parte da mostra “Segredo e Revelação”, que põe em destaque as três partes do chamado Segredo de Fátima

Neste mês de julho, em que se celebram as aparições de Nossa Senhora em Fátima, o Santuário disponibilizou online o Manuscrito da Terceira Parte do Segredo revelado aos pastorzinhos.
A iniciativa faz parte da exposição “Segredo e Revelação”, inaugurada em novembro de 2013, e aberta ao público até 31 de outubro de 2014.
A exposição mostra pela primeira vez o Manuscrito da Terceira Parte do Segredo de Fátima, e a partir deste mês pode ser contemplado no endereço: http://segredoerevelacao.fatima.pt
“Tomando como mote a aparição de julho de 1917, o Santuário de Fátima apresenta, através de documentação histórica e de espólio artístico, uma das mais importantes temáticas de Fátima: o Segredo que, desde a Cova da Iria, leva à contemplação de todo um mundo contemporâneo”, explica Marco Daniel Duarte, diretor do Serviço de Estudos e Difusão do Santuário de Fátima e comissário da exposição.
A mostra “Segredo e Revelação” põe em destaque as três partes do chamado Segredo de Fátima e mostra pela primeira vez ao público o Manuscrito da Terceira Parte do Segredo, escrito pela vidente Lúcia, pertença dos arquivos da Congregação para a Doutrina da Fé e que, com autorização expressa do Papa Francisco, está agora exposto em Fátima.
O percurso expositivo, que tem como fio condutor interpretação teológica do Segredo de Fátima feita pelo então Cardeal Joseph Ratzinguer, leva o visitante a entrar nas três partes do Segredo, tituladas como: “A visão do inferno”, “O Imaculado Coração de Maria” e “A Igreja mártir”.
Até ao dia 13 de julho, a exposição contou quase 110 mil visitantes.
Fonte : Canção Nova Notícias

21 de julho de 2014

Papa volta a pedir oração pela paz no Oriente Médio


Francisco pediu oração pelos cristãos perseguidos e pelas situações de tensão e conflito em várias partes do mundo, especialmente no Oriente Médio e na Ucrânia

Rádio Vaticano
Após a oração mariana do Angelus deste domingo, o Papa Francisco fez o seguinte apelo:
“Recebi com preocupação as notícias que chegam das comunidades cristãs de Mossul, no Iraque, e outras partes do Oriente Médio, onde essas comunidades, desde o início do Cristianismo, viveram com seus cidadãos oferecendo uma contribuição significativa para o bem da sociedade. Hoje são perseguidas. Os nossos irmãos são perseguidos, são expulsos, devem deixar suas casas sem ter a possibilidade de levar nada consigo. Asseguro a estas famílias e a estas pessoas a minha proximidade e oração constante. Queridos irmãos e irmãs tão perseguidos, eu sei o quanto vocês sofrem. Eu sei que vocês são despojados de tudo. Estou com vocês na fé Naquele que venceu o mal.”
O pontífice pediu aos fiéis reunidos na Praça São Pedro e aos que acompanhavam o Angelus de suas casas para fazerem um momento de oração silenciosa pelos cristãos perseguidos e a perseverarem na oração pelas situações de tensão e conflito que persistem em várias partes do mundo, especialmente no Oriente Médio e na Ucrânia.
“Que o Deus da paz desperte o desejo autêntico de diálogo e reconciliação. A violência não pode ser vencida com a violência. A violência se vence com a paz”, disse o pontífice, que pediu aos fiéis para rezarem também por ele.

Fonte : Canção Nova Notícias